EU POETA – DESTACANDO : Lira Agibert

Israel Oliveira
Israel Oliveira

Lira  Agibert  moradora  muito antiga  em Colombo, já publicou  três  bons  livros: Memórias de VIRKA. A Alquimista.  Domingo. A Pipa  e o  Vento. e; O Enigma do Talismã  de Madrepérola. Mas  quero falar  de  seu quarto livro, sendo editorado  para  ser  enviado  para impressão. Entre  as Paralelas do Arco-íris e a descrição  da saga dos  emigrantes  Ucranianos  Poloneses , Italianos, e Alemães  viajando em um mesmo  navio cortando as águas  do Atlântico arrastando os destinos  tantas  gerações. A narrativa  transcorre ilustrando  as apreensões  e dramas dos  viajantes rumo a um destino que para muitos  era  incerto. O medo constante de epidemias, e naufrágio era  permanente. Lira  mostra o desembarque no Porto de Santos e Paranaguá, após  passarem pela  temível inspeção sanitária no Rio de Janeiro.
O texto vai lembrando ao  leitor  a cada  conflito as consequências histórica  resultantes daqueles momentos. Extremamente  humano e revelador, o livro leva-nos  a uma reflexão honesta sobre os risco que tantas  pessoas  correram para  dividir aqui  conosco um pedacinho da Pátria “Brasilis”. Fazendo referencia história  aos  Ucranianos instalados  em Prudentopolis, Lira  procura   de forma  sublime  homenagear  esses sobreviventes  da guerra  em seu Pais, que encontrariam  refugio  em solo Paranaense.
Em conversa  franca  e informal comigo, enquanto me apresentava  um emigrante  angolano, essa admirável mulher já  com seu   setenta  anos, expressava  emocionada  o quanto todos  devemos acolher esses  “fugidios” que vem sonhar   o sonho de ser brasileiros bem aqui  próximo dos nossos  quintais.Um admirável livro; escrito por uma admirável escritora, admirável ser humano.
Torço para  seu trabalho encontre apoio e aceitação na sociedade colombense. Prevista  para ser  lançado  na segunda  quinzena de dezembro Entre  as Paralelas  do Arco-íris, chegara com edição bem reduzida. Já reservei o meu.

COMPARTILHAR