Doações para Instituto Lula saltaram de R$ 4 milhões para R$ 15 milhões em três anos

Documento da Receita Federal mostra que, no primeiro ano de funcionamento do Instituto Lula, em 2011, apenas empreiteiras acusadas de cartel e corrupção na Petrobras compõem o grupo de grandes doadores, tendo repassado mais de R$ 1 milhão. A Camargo Corrêa, Odebrecht, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão deram juntas R$ 3,7 milhões, sendo que a receita da entidade era de R$ 4 milhões.

Três anos depois, registrou-se que as doações ao Insituto Lula cresceram R$ 14,9 milhões. Somados os quatro anos, foram R$ 34,9 milhões recebidos em doações e subvenções e/ou contribuições de associados. (Via: Jornal O Estado de S.Paulo)

COMPARTILHAR