HOSPITAL MATERNIDADE ALTO MARACANÃ COMPLETA 15 ANOS

Instituição de saúde registrou mais de 41 mil nascimentos desde 2002.

No dia de ontem, 30 de novembro, o Hospital Maternidade Alto Maracanã (HMAM), referência para atendimento obstétrico na cidade, completou 15 anos de atividades. Construída na gestão da Prefeita Beti Pavin, desde a sua inauguração, em 2002, até agora, a maternidade foi responsável pelo nascimento de 41.400 colombenses.

Arcebispo Dom João Bosco Óliver de Faria, e a Prefeita de Colombo Beti Pavin. Foto: BIC

Em uma década e meia de funcionamento, uma das características mais reconhecidas da maternidade pela população é o incentivo ao parto natural e a promoção ao aleitamento materno. Em 2008, o HMAM foi a primeira maternidade da Região Metropolitana de Curitiba a conquistar o título de Hospital Amigo da Criança, concedido pelo Unicef aos hospitais que cumprem uma série de ações que valorizam a saúde da mãe e do bebê e contribuem para minimizar a mortalidade materna-infantil.

Seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), profissionais da unidade atuam para incentivar o parto normal. Na maternidade, as parturientes são estimuladas, com apoio da equipe de saúde, a realizarem exercícios para alívio da dor entre outras técnicas que ajudam no trabalho de parto.

Além disso, são realizadas outras ações de humanização que contribuem para que a mãe e toda a família se sintam colhidos durante este importante momento de suas vidas, entre elas destacam-se o curso de gestantes, visita do irmão e a assistência social e espiritual.

7 nascimentos por dia 

Todos os dias na Maternidade Alto Maracanã, em média, são realizados 7,6 partos, o que representa mais de 200 nascimentos por mês. Em 15 anos, a maternidade também registrou um total de 55.509 internamentos, que incluem casos de procedimentos obstétricos como curetagem, por exemplo, e 195.176 atendimentos no pronto atendimento 24 horas, que funciona no sistema porta aberta para atender casos de urgências e emergências obstétricas de mulheres em qualquer idade gestacional.

Celebração

Para celebrar este marco na história da maternidade, foi realizada uma missa no saguão da maternidade. A cerimônia religiosa foi celebrada pelo provedor da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, Dom João Bosco Óliver de Faria, Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Diamantina-MG, que também abençoou mães e bebês internados na maternidade.

Além da presença da Prefeita de Colombo, Beti Pavin e do Vice-prefeito Sérgio Pinheiro, estiveram presentes o secretário de Saúde Carlos Martin Braga, o secretário  de comunicação professor Waldirlei Bueno, além dos vereadores, Angelo Betinardi, Anderson Prego, Dolíria Strapasson, Edson Baggio, Dr. Antoninho, Eurico Dino,  Marcos Dumonte, Sidinei Campos, e representantes da comunidade, profissionais da maternidade e da imprensa colombense.

 

COMPARTILHAR